Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \07\UTC 2010

Obesidade

A obesidade hoje é considerada uma doença pela Organização Mundial de Saúde, um mal que atinge o mundo todo, incluindo os brasileiros. Ser obeso é ter uma doença crônica ocasionada por um excesso de gordura corpórea.

É identificada quando há um desequilíbrio energético, ou seja, a energia ingerida (a quantidade de calorias que se come) é maior do que a energia despendida (número de calorias usadas pelo metabolismo, durante atividade física e na formação de calor) por um longo período de tempo. De acordo com as tabelas da Metropolitan Insurance Life Company (Nova York, EUA), uma pessoa é considerada obesa quando seu peso for no mínimo 20% maior do que o considerado ideal para sua altura.

Em torno de 70 milhões de brasileiros, isto é, 40% da população está acima do peso. São dados alarmantes num país em que muitos passam fome.
Não é apenas com a aparência “obesa” que se deve preocupar, mas com as doenças decorrentes que podem causar sérios problemas cardiológicos e metabólicos como a hipertensão e o diabetes.

A obesidade pode ocorrer por uma alimentação inadequada, ou ainda por problemas genéticos ou glandulares. Sendo o que atinge a maior parte da população é ainda a alimentação desregrada.

A redução de peso movimenta um “indústria” que gera muito dinheiro no mundo,  com a “criação” de dietas especiais ou fórmulas que prometem verdadeiros milagres. A alternância contínua entre comer demais e comer de menos pode produzir danos no sistema gastrointestinal e nutrição deficiente causando as desarmonias.

Além do corpo e do metabolismo serem afetados, também a parte mental do indivíduo é comprometida. Principalmente para as mulheres, ser magra é sinônimo de beleza e a mídia faz com que a aparência seja algo primordial na sociedade, fazendo da aparência fator fundamental para que uma mulher se sinta completamente feliz, desejada e realizada.

Atualmente, com tanta tecnologia à disposição, os esforços físicos foram reduzidos ao máximo, já não se levanta da cadeira nem para atender o telefone. Caminhadas foram reduzidas as esteiras elétricas uns minutos por dia. A alimentação é a base de açúcares em excesso que no final só engordam e irritam o intestino. A maioria das pessoas não comem mais frutas e vegetais e as refeições estão sendo substituídas por “fast-foods“, ricos em gorduras e calorias em excesso. As crianças e os adolescentes sofrem com esses estímulos e acabam influenciados por uma cultura baseada na alimentação sem valor nutricional.

Ou temos vários casos de pessoas que nem comem tanto, mas engordam só de pensar que podem engordar. Existem emoções que colaboram com a dieta das pessoas. Podem desequilibrar totalmente um balanço energético, ansiedade, irritabilidade, preocupaçao excessiva. Se vc está tentando emagrecer e não está tendo muitos avanços, pode estar tendo compensações emocionais que dificultam os resultados, a acupuntura é bem indicado para auxiliar neste tratamento.

Realmente emagrecer ou estar no peso ideal, exige muito esforço e principalmente uma consciência de saúde. Uma reeducação alimentar é algo para a vida toda. Mudar seu estilo de vida. Combater o sedentarismo. Pensar diferente, não sofrer, não se cobrar e se culpar por tudo a sua volta.

Jogar um objetivo a longo prazo, traçar metas fáceis. Procurar um psicólogo, acupuntura, tratamentos coadjuvantes porém essencias, para aceitar sua estrutura atual e descobrir que há como mudar sem sofrer, basta ter consciência e querer mudar.

Assuntos relacionados:

– Acupuntura na obesidade

– Dieta Yin e Yang. Qual dieta combina com você?

– Obesidade Mórbida

– Cirurgia Bariátrica ou Redução de Estômago e as  consequências energéticas.

– Cirurgias plásticas e os meridianos.

** Breve no site.

Anúncios

Read Full Post »