Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \01\UTC 2016

O túnel do carpo é uma estrutura formada por pequenos ossos no punho e pelo ligamento transverso, por onde passam tendões responsáveis pela flexão dos dedos e o nervo mediano, que enerva o polegar, o indicador e o dedo médio e parte do anelar.

A Síndrome do Túnel do Carpo (STC) consiste na compressão do nervo mediano contra o ligamento transverso, que pode ser causada por uma inflamação nos tendões que passam pelo canal.

Atualmente, essa alteração tem atingido um número de pessoas cada vez maior,  principalmente trabalhadores que exercem atividades de intensa movimentação do punho. É também mais comum em mulheres. 

Sintomas: Os principais sintomas da Sindrome do Túnel do Carpo são:  dor , queimação ,formigamento ou adormecimento das mãos e/ou dedos. A dor pode irradiar para os cotovelos e ombros. Os sintomas ficam piores à noite. O prolongamento dos sintomas provoca dificuldade em executar movimentos pequenos com as mãos, como por exemplo colocar linha numa agulha.

Causas: Um dos principais motivos para o aparecimento da síndrome do túnel do carpo são as doenças ocupacionais causadas por movimento ou esforço repetitivo. A flexão e extensão do punho causam esse tipo de lesão, porém traumas como fraturas também podem levar a síndrome. Pessoas diabéticas podem ter mais facilidade em desenvolver a doença decorrente de alterações do tecido sinovial.

Diagnóstico: O diagnóstico é realizado por médico ortopedista ou especialista em mãos. Consiste em avaliação clínica e teste eletroneuromiográfico (ENMG). Este demonstra a redução ou bloqueio da função de condução do nervo.
Para diagnosticar a STC, o médico fará perguntas como: se sente formigamento a noite na região, se ele tem dificuldades de pegar objetos pequenos, e após fará testes que confirmarão se há compressão do nervo mediano ou não.
  – O teste de Phalen consiste em dobrar o punho e mantê-lo flexionado durante um minuto, se houver lesão, o indivíduo sente os sintomas se agravarem.
O teste de Tinel consiste em percutir o nervo mediano, que se estiver comprometido, provocará sensação de choque e aumentará o formigamento no local.

Tratamento: O tratamento deve ser específico para cada grau de compressão do nervo mediano, que pode ser dividido em leve, moderado e grave.

O tratamento conservador consiste em fisioterapia, uso de órtese (mantém o punho em extensão), acupuntura e medicações anti inflamatórias, além de exercícios de alongamento e melhora da postura, principalmente relacionada ao trabalho. São utilizadas em algumas situações infiltrações com corticoides.
Quando o tratamento conservador não melhora os sintomas, o procedimento cirúrgico deve ser utilizado, porém se o fator causador da doença não for eliminado, pode-se ter uma recidiva da lesão.
 A acupuntura pode auxiliar no tratamento diminuindo a dor e edema local, aumentando a sensibilidade e força muscular. E é considerada uma forte aliada para associar aos tratamentos pois elimina ou ameniza bastante a dor.
Síndrome no ponto de vista Oriental
Exceto nos casos por traumas, a síndrome do túnel do carpo deve-se devido à obstrução da circulação de energia e sangue do canal Principal (C/S) e de seu canal de energia Tendinomuscular, como conseqüência da penetração do Frio, Umidade ou Vento.
O aparecimento de dor no punho deve-se às alterações da energia do Xin(Coração) e dos Canais de Energia (Tendinomusculares e Principais) que passam por essa articulação.
Os Canais de Energia sofrem o processo de estagnação de energia e sangue que quando acometidos por energias perversas vento, frio, umidade, umidade-calor, ocasionando além da dor, processos inflamatórios, derrames sinoviais, artrites, artroses, na dependência do tipo e das características de cada energia perversa.
A Síndrome do túnel do Carpo pode ser uma manifestação clínica da Síndrome Yang Qiao Mai ou do Yin Qiao Mai (este acompanhado de cervicobraquialgia). Associa-se problemas de tensão e stress ao tratamento.
A melhora do quadro de dor com a acupuntura é bastante eficaz tanto em casos agudos como crônicos. Indica-se de 5 a 10 sessões com intervalos dependendo de cada caso de dor. O tratamento consiste em agulhas corporais e nos locais próximos a área lesada associados com eletroterapia, acupuntura auricular, exercícios e alongamentos para ganho de força e amplitude e a sangria para melhorar o fluxo sanguíneo e energético do punho.
Anúncios

Read Full Post »