Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Desarmonias x Acupuntura’ Category

É importante considerar que a infertilidade influencia no psicológico e social do casal, que se vê incapaz de ter descendentes que possam vir a complementar seus projetos de vida. Não se deve subestimar,sob hipótese alguma, o peso dessa condição no relacionamento dos parceiros

Face à evolução da medicina e ao aumento das alternativas terapêuticas, nota-se um aumento contínuo ao número de consultas às clínicas de infertilidade. Tal fato também é dependente da presença feminina no mercado de trabalho e de suas mudanças no comportamento socioeconômico. Devido à participação da mulher nas atividades profissionais, levando – as a adiar a decisão sobre a gravidez. Isto significa que muitas destas mulheres expressarão o desejo de engravidar ao redor dos 35 anos, fase crítica do começo da diminuição da probabilidade de gravidez.

 

O aumento da idade da mulher que deseja a gravidez, associado a problemas psicossociais, acentuam o perfil psicossomático caracterizando mulheres muito mais ansiosas, na expectativa de resultados positivos e com menor aceitação das condutas médicas, favorecendo e exacerbando os mecanismos de instalação da endometriose.

Um trabalho de 2010 demonstrou que o método de colocação de agulhas em vários pontos do corpo, pode ser de grande ajuda na linda jornada de ter um filho. O estudo foi publicado no British Medical Journal e revelou um aumento bastante significativo nas chances de sucesso dos tratamentos de FIV, principalmente se a paciente se submeter-se a técnica 30 min. antes da transferência e também após o procedimento, pontos escolhidos: pernas, no baixo abdome, nas orelhas e na região lombar.

 

2- Infertilidade para a Medicina Tradicional Chinesa

Pode-se verificar que, a investigação das causas da infertilidade envolve fatores hormonais, causas físicas, má formação, entre outras. Há duas concepções clássicas de infertilidade feminina: deficiências congênitas e patologias adquiridas.

A infertilidade causada por fatores patogênicos adquiridos pode ser definida em basicamente três tipos: Plenitudes,  Vazio de Qi(energia) e de Xue(sangue).

O tipo plenitude é quando pode ocorrer a obstrução do útero e dos canais energéticos por fatores patogênicos. O tipo vazio é quando há falta de Qi(energia) ou Xue(sangue) e é necessário tonificá- las.

E há ainda as deficiências congênitas que são as alterações anatômicas do órgão sexual feminino.

Os fatores patológicos adquiridos são quando o equilíbrio Yin/ Yang está em desarmonia devido a fatores externos adquiridos com o tempo.

Para a Medicina Tradicional Chinesa a saúde de um indivíduo depende basicamente do sutil equilíbrio entre Yin e Yang. Quando esse equilíbrio esta abalado começam surgir os padrões patológicos (doenças).

Ao restabelecer o equilíbrio entre Yin e Yang é possível eliminar os fatores patológicos e restabelecer a saúde do individuo. Através Além do tratamento com acupuntura dos pontos sistêmicos existem outras técnicas da Medicina Tradicional Chinesa que podem ser utilizadas no tratamento da infertilidade feminina.

Efeitos da acupuntura:

A acupuntura aumentaria a circulação sanguínea no útero (melhoraria as condições do endométrio, incluindo a melhora da perfusão uterina), fator importante para a boa fixação do embrião dentro do órgão; estimularia a fabricação de substâncias que combatem os efeitos negativos do stress, condição que comprovadamente atrapalha as possibilidades de sucesso dos tratamentos; aumentaria a capacidade das mulheres de produzir óvulos (aumentaria o número de folículos produzidos no tratamento de Fertilização in vitro); ajudaria a regular os níveis hormonais e proporcionar maiores taxas de ovulação; beneficiaria mulheres com Síndrome de Ovários Policísticos e ciclos anovulatórios; proporcionaria a melhora quantitativa e qualitativa do sêmen de homens inférteis; beneficiaria pacientes com alterações da tireóide que possam alterar a fertilidade; aumentaria as taxas de gravidez e parto em mulheres submetidas à Fertilização in vitro (FIV).

Provocaria a liberação de beta endorfinas que afetam a secreção de GnRh e consequentemente podem influenciar o ciclo menstrual, a ovulação e a fertilidade.

Indicação:

Para aquelas mulheres que não tem acupunturistas nas clínicas responsáveis por seus tratamentos, aconselha-se a antecipação da sessão para o dia anterior à transferência e que o tratamento comece pelo menos 1 mês antes do dia da fertilização (8 a 10 sessões), já que os efeitos de cada sessão duram de 3 a 5 dias.

A mulher deve iniciar o tratamento com a acupuntura antes mesmo do uso das medicações de estímulo,geralmente 2 a 3 meses antes.

O procedimento só não é indicado depois de comprovada a gestação, pois pode induzir contrações e até um parto prematuro. Além disto, algumas doenças não podem ser tratadas pela acupuntura: pólipo endometrial, o mioma uterino, malformações uterinas, doenças das trompas com oclusão total, que tem tratamento cirúrgico por laparoscopia ou histeroscopia.

 

 

A INFERTILIDADE NA VISÃO DA MTC
  • Fraqueza constitucional: Importante causa da infertilidade devido à fraqueza da Essência do Rim. Pode ser causada pela mãe que o concebeu muito velha, a constituição e a saúde dos pais não sendo boas no momento da concepção, etc. Pelo fato de ser a essência do Rim a base para o Qi Pré- Natal, a mulher não pode conceber.
  • Excesso de trabalho: longas horas sem repouso adequado e com dieta irregular após muitos anos é a maior causa de deficiência de Yin do Rim (Shen).
  •  Excesso de exercício físico: o trabalho físico excessivo ou exercício extenuante enfraquecem o Yang do Baço e do Rim, especialmente quando o Útero da menina jovem está em estado vulnerável.
  • Atividade sexual excessiva: enfraquece seriamente os Rins e lesa os Canais Ren Mai e Chong Mai e pode causar infertilidade.
  •  Invasão pelo Frio: Causa muito comum de infertilidade em mulheres jovens. O Frio invade o Útero e os Canais Ren Mai e Chong Mai impedindo fertilização.
  • Dieta: Excesso de alimentos e bebidas frios também leva Frio ao Útero. O consumo de Laticínios e produtos gorduroso forma Umidade no Aquecedor Inferior, impedindo a fertilização (bloqueio das trompas de Falópio).
Anúncios

Read Full Post »

Realmente podemos ficar doentes devido ao enfraquecimento de nossa energia.
Distúrbios emocionais, insatisfações ou aborrecimentos constantes, e principalmente o pessimismo, a baixa estima, o não amar a si mesmo (a), muito comum e freqüente em certas pessoas, podem enfraquecer nosso campo de proteção áurica, causando-nos diversas doenças.
Praticamente, todos já ouvimos dizer que muitas doenças são causadas por nós mesmos, por situações e conflitos que criamos com nosso comportamento diante da vida, nossa boca, nosso pensamento, nossas ações. Nada pode estar mais perto da verdade.
Abaixo, estão algumas possíveis situações de doenças de nosso corpo físico e que às vezes são causadas pelo enfraquecimento desta nossa proteção natural.


Acidentes: Raiva, frustração e rebelião.
Alergias: Aparecem naquele s que estão sempre nervosos e irritados com as atitudes das outras pessoas com quem

convivem. Se você tem alergias procure ser mais calmo e compreensivo com aqueles que o rodeiam.
Anemia: Você é uma pessoa que praticamente não tem nenhuma confiança em si mesma.
Aparelho Respiratório: Pessoas que estão sempre desesperadas, sempre correndo e que gostam de fazer tudo ao mesmo tempo. O resultado disso é que, muitas vezes, elas não terminam nenhum de seus afazeres, ou não fazem nada direito.
Artrite: Perfeccionismo. Pessoa muito crítica com as outras pessoas que a rodeiam, sejam elas amigos, familiares, companheiros de trabalho, etc… Você também é uma pessoa insistente, talvez levando essa insistência longe demais. Às vezes é bom deixar de lado, desistir de alguma situação difícil, caso não esteja recebendo o apoio de que necessita. Persistir em algo muito complicado, sem ajuda de ninguém, pode lhe trazer sérios problemas com os ossos de seu corpo ou então uma artrite.
Asma: Complexo de culpa.
Ataques: Pensamentos negativos, quem não é feliz.
Bexiga: Segurando a dor para si mesmo.
Braços: Emoções antigas.
Bulimia: Ódio de si mesmo, achando não ser bom o suficiente.
Cabeça: O que nós mostramos ao mundo.
Câncer: Ressentimento profundo.
Coluna: Geralmente essas pessoas gostam de fazer tudo sozinhas e depois, acabam sempre reclamando que ninguém dá uma mãozinha.
Coração: Pessoas que não vivem doi amor e da felicidade.
Dedos: Ego, raiva, medo, preocupação, perda, pretenção.
Dentes (cáries dentárias ou gengivites): Talvez quase ninguém saiba, mas os dentes representam a família. Se você é esteio de sua família, a pessoa a quem cabe tomar todas as decisões, arcando com todas as responsabilidades e conseqüências, é muito propensa a ter problemas com seus dentes, ou a desenvolver uma gengivite.
Dor: Culpa, medo de ser punido.
Estômago (problemas digestivos): Dificuldade de assumir novas idéias e novas experiências. Se você anda comendo muito, talvez seja a única forma que esteja encontrando para estagnar ou conter seus impulsos de criação. Ou então, pode ainda significar que esteja totalmente insatisfeito com sua vida sexual.
Fígado: Pessoa que acumula o sentimento de raiva dentro de si. Procure liberar sua raiva e não guarde rancor de ninguém. Quanto mais raiva guardar, pior será para você.
Frigidez: Medo, culpa sexual
Garganta: Medo de mudanças, dificuldade em falar e frustração.Quando você tiver algum distúrbio nesta região de seu corpo, não pense duas vezes antes de liberar toda sua criatividade, para assim ampliar a proteção de sua aura. Fale, exponha suas idéias, mesmo correndo o risco de não serem aceitas.
Gastrite: Este tipo de sintoma quase sempre se manifesta em pessoas que guardam para si os problemas, são, maioria das vezes, pessoas introvertidas e que demonstram uma falsa calma e tranqüilidade.
Genitais: Rejeição sexual.
Gordura localizada: Para o conceito esotérico, este tipo de gordura, principalmente quando localizada nas coxas, significa que, quando era criança, você não recebeu aquele carinho tão especial e necessário do colo de sua mãe que com o calor de seu corpo transmitia o amor e a segurança que precisava. Inconscientemente, esta carência está registrada em seu íntimo, fazendo-o desenvolver algum tipo de gordura localizada.
Impotência: Medo, inveja do próximo.
Joelho: Inflexibilidade, ego, medo de mudanças, há um excesso de humildade.
Mãos: Pão duro ( não gostam de gastar dinheiro).
Obesidade: Insegurança.
Orelhas: Dificuldade de aceitar o que lhe é dito.
Pele: Pessoas que possuem poder sobre você.
Pernas: Medo de enfrentar as coisas novas do dia a dia.
Pés: Dificuldade em compreender a si próprio. Suas opiniões quase nunca são escutadas ou respeitadas pelas pessoas mais próximas.
Pescoço: Pessoas muito teimosas e inflexíveis. Para estas pessoas, a aura nesta parte do corpo não vai além de alguns centímetros de proteção.
Retenção de Líquidos: Na alquimia, a água representa intuição. Se você tem tendência a reter líquidos em seu organismo, deve ser uma pessoa de intuição muito forte. Não tenha medo e libere suas manifestações intuitivas.
Rins: É exatamente no chackra supra-renal que as mágoas se acumulam, diminuindo muito a proteção do campo áurico dessa região. Não é por acaso que, em uma situação de separação, por exemplo, que geralmente traz consigo muitas mágoas, tristezas e dores, os envolvidos acabam desenvolvendo alguma coisa relacionada a este órgão, como é o caso de um cálculo renal.
Tumor: Feridas antigas, tormento, não se permite a cura.
Úlcera: Medo de não ser bom o suficiente.
Varizes: Geralmente são aquelas pessoas que não aceitam as condições que lhes são impostas, querendo que tudo ocorra sempre ao seu jeito.
Você pode estar se perguntando: ‘O que fazer para mudar essa situação?’
Sabendo que uma das possíveis causas de sua doença pode ser algo relacionado ao que foi dito, que tal começar mudando seu comportamento em relação à vida e às pessoas com quem você convive?

Read Full Post »

Classificada como doença intestinal crônica e psicossomática. Ela afeta o reto
e cólon sigmóide, mas pode atingir o intestino grosso por inteiro. Em crise a mucosa intestinal torna-se vermelha, maciçamente infiltrada por células inflamatórias, coberta de muco e é afetada por micro-úlceras. Além dos sintomas digestivos, apresenta sintomas extradigestivos. Evolui por surtos e ocorrem períodos de piora e de melhora das lesões e sintomas, às vezes durante muitos anos.

Na MTC (Medicina Tradicional Chinesa) a retocolite ulcerativa, assim como as
demais doenças, são tratadas enfocando o organismo como um todo. O emocional-fisiológico são afetados e devem ser tratados porque estão interligados e é conhecida como doença dos líquidos orgânicos do organismo, no intestino. As variações das crises dependem muito da forma da localização e caráter de como a patologia acomete o organismo.

Na medicina ocidental a etiologia da retocolite ulcerativa permanece
desconhecida. O fator genético deve ser valorizado, já que há uma incidência familiar maior que na população geral. Fatores psicológicos são considerados fortes contribuintes e precipitadores da doença na maioria dos casos, mesmo que não possam ser considerados agentes causadores.

Na Medicina Tradicional Chinesa é classificada como síndrome da mucosidade, e possui várias causas. O estresse é um dos fatores emocionais desencadeador dos ataques da retocolite ulcerativa. A invasão externa de umidade, frio e calor, dieta inadequada e emoções violentas são a origem da doença.

O princípio de tratamento é eliminar acúmulo de mucosidade e umidade. Além dos pontos utilizados na acupuntura sistêmica, recomenda-se uma mudança nos hábitos de vida pessoal, profissional e nutricional. Trabalho excessivo e outros excessos devem ser controlados. Sentimentos como frustração, fúria reprimida e ressentimentos devem ser tratados e evitados. Uma dieta nutricional adequada com diminuição ou exclusão de alimentos frios, gordurosos, laticínios e picantes é recomendável. Deve-se evitar o uso de álcool e excessos de doces.

A necessidade de evitar alimentos confortantes como doces e laticínios, muitas vezes já são suficientes para frustrar acometendo ainda mais a doença. Sendo assim a acupuntura de uma forma geral trata o emocional conciliado ao fisiológico, para obter um resultado mais significativo.

Read Full Post »

Realmente podemos ficar doentes devido ao enfraquecimento de nossa energia.
Distúrbios emocionais, insatisfações ou aborrecimentos constantes, e principalmente o pessimismo, a baixa estima, o não amar a si mesmo (a), muito comum e freqüente em certas pessoas, podem enfraquecer nosso campo de proteção áurica, causando-nos diversas doenças.
Praticamente, todos já ouvimos dizer que muitas doenças são causadas por nós mesmos, por situações e conflitos que criamos com nosso comportamento diante da vida, nossa boca, nosso pensamento, nossas ações. Nada pode estar mais perto da verdade.
Abaixo, estão algumas possíveis situações de doenças de nosso corpo físico e que às vezes são causadas pelo enfraquecimento desta nossa proteção natural.


Acidentes: Raiva, frustração e rebelião.
Alergias: Aparecem naquele s que estão sempre nervosos e irritados com as atitudes das outras pessoas com quem

convivem. Se você tem alergias procure ser mais calmo e compreensivo com aqueles que o rodeiam.
Anemia: Você é uma pessoa que praticamente não tem nenhuma confiança em si mesma.
Aparelho Respiratório: Pessoas que estão sempre desesperadas, sempre correndo e que gostam de fazer tudo ao mesmo tempo. O resultado disso é que, muitas vezes, elas não terminam nenhum de seus afazeres, ou não fazem nada direito.
Artrite: Perfeccionismo. Pessoa muito crítica com as outras pessoas que a rodeiam, sejam elas amigos, familiares, companheiros de trabalho, etc… Você também é uma pessoa insistente, talvez levando essa insistência longe demais. Às vezes é bom deixar de lado, desistir de alguma situação difícil, caso não esteja recebendo o apoio de que necessita. Persistir em algo muito complicado, sem ajuda de ninguém, pode lhe trazer sérios problemas com os ossos de seu corpo ou então uma artrite.
Asma: Complexo de culpa.
Ataques: Pensamentos negativos, quem não é feliz.
Bexiga: Segurando a dor para si mesmo.
Braços: Emoções antigas.
Bulimia: Ódio de si mesmo, achando não ser bom o suficiente.
Cabeça: O que nós mostramos ao mundo.
Câncer: Ressentimento profundo.
Coluna: Geralmente essas pessoas gostam de fazer tudo sozinhas e depois, acabam sempre reclamando que ninguém dá uma mãozinha.
Coração: Pessoas que não vivem doi amor e da felicidade.
Dedos: Ego, raiva, medo, preocupação, perda, pretenção.
Dentes (cáries dentárias ou gengivites): Talvez quase ninguém saiba, mas os dentes representam a família. Se você é esteio de sua família, a pessoa a quem cabe tomar todas as decisões, arcando com todas as responsabilidades e conseqüências, é muito propensa a ter problemas com seus dentes, ou a desenvolver uma gengivite.
Dor: Culpa, medo de ser punido.
Estômago (problemas digestivos): Dificuldade de assumir novas idéias e novas experiências. Se você anda comendo muito, talvez seja a única forma que esteja encontrando para estagnar ou conter seus impulsos de criação. Ou então, pode ainda significar que esteja totalmente insatisfeito com sua vida sexual.
Fígado: Pessoa que acumula o sentimento de raiva dentro de si. Procure liberar sua raiva e não guarde rancor de ninguém. Quanto mais raiva guardar, pior será para você.
Frigidez: Medo, culpa sexual
Garganta: Medo de mudanças, dificuldade em falar e frustração.Quando você tiver algum distúrbio nesta região de seu corpo, não pense duas vezes antes de liberar toda sua criatividade, para assim ampliar a proteção de sua aura. Fale, exponha suas idéias, mesmo correndo o risco de não serem aceitas.
Gastrite: Este tipo de sintoma quase sempre se manifesta em pessoas que guardam para si os problemas, são, maioria das vezes, pessoas introvertidas e que demonstram uma falsa calma e tranqüilidade.
Genitais: Rejeição sexual.
Gordura localizada: Para o conceito esotérico, este tipo de gordura, principalmente quando localizada nas coxas, significa que, quando era criança, você não recebeu aquele carinho tão especial e necessário do colo de sua mãe que com o calor de seu corpo transmitia o amor e a segurança que precisava. Inconscientemente, esta carência está registrada em seu íntimo, fazendo-o desenvolver algum tipo de gordura localizada.
Impotência: Medo, inveja do próximo.
Joelho: Inflexibilidade, ego, medo de mudanças, há um excesso de humildade.
Mãos: Pão duro ( não gostam de gastar dinheiro).
Obesidade: Insegurança.
Orelhas: Dificuldade de aceitar o que lhe é dito.
Pele: Pessoas que possuem poder sobre você.
Pernas: Medo de enfrentar as coisas novas do dia a dia.
Pés: Dificuldade em compreender a si próprio. Suas opiniões quase nunca são escutadas ou respeitadas pelas pessoas mais próximas.
Pescoço: Pessoas muito teimosas e inflexíveis. Para estas pessoas, a aura nesta parte do corpo não vai além de alguns centímetros de proteção.
Retenção de Líquidos: Na alquimia, a água representa intuição. Se você tem tendência a reter líquidos em seu organismo, deve ser uma pessoa de intuição muito forte. Não tenha medo e libere suas manifestações intuitivas.
Rins: É exatamente no chackra supra-renal que as mágoas se acumulam, diminuindo muito a proteção do campo áurico dessa região. Não é por acaso que, em uma situação de separação, por exemplo, que geralmente traz consigo muitas mágoas, tristezas e dores, os envolvidos acabam desenvolvendo alguma coisa relacionada a este órgão, como é o caso de um cálculo renal.
Tumor: Feridas antigas, tormento, não se permite a cura.
Úlcera: Medo de não ser bom o suficiente.
Varizes: Geralmente são aquelas pessoas que não aceitam as condições que lhes são impostas, querendo que tudo ocorra sempre ao seu jeito.
Você pode estar se perguntando: ‘O que fazer para mudar essa situação?’
Sabendo que uma das possíveis causas de sua doença pode ser algo relacionado ao que foi dito, que tal começar mudando seu comportamento em relação à vida e às pessoas com quem você convive?

Read Full Post »